Segundo as Escrituras o que é Velho e Novo Testamento?

Posted: 5 de Junho de 2010 by mundomaranatha in Perguntas e respostas
Tags:

Quantcast

//

MANUSCRITOS

É comum ouvir-se de protestantes que o velho testamento foi abolido, A razão desta crença está na declaração de Paulo em II Cor. 3:14 onde diz de maneira bem clara e inconfundível que o velho testamento foi abolido (Edição Revista e Corrigida). Não precisa ser erudito para saber que este “o qual” é sinônimo de velho testamento. Muitos ignorando o sentido do texto, afirmam que: o que foi abolido é o véu ali referido. Ora o véu nunca foi instituído. Pode-se abolir algo que não foi instituído?

Explanação:

O que é um testamento?

Testamento é a doação de uma herança a alguém escolhido pelo testador. Esse testamento só terá validade após a morte do doador, ou testador.
Para haver um testamento fazem-se necessárias quatro condições:

1- Tem que haver um testador.
2- Tem que haver herdeiros – ou chamados;
3- Tem que haver herança;
4- Tem que haver morte – Hebreus 9:16,17

O que é novo testamento?

1- Houve um testador ou mediador?
Sim. Foi Cristo. Hebreus 9:14,15

2- Houve herança?
Sim. A herança eterna. Hebreus 9:15

3- Houve Herdeiros?
Sim. Os chamados. Hebreus 9:15

4- Houve morte?
Sim. Cristo morreu. Hebreus 9:15 à 17

Hoje a confirmação da morte de um testamenteiro é um documento feito em cartório, mas nos dias de Cristo, era o sangue. Hebreus 9:22

Veja agora a declaração de Jesus: “Semelhantemente tomou o cálice depois da ceia, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue que é derramado por vós”. Lucas 22:20 (Edição corrigida).

Observe que Jesus não levantou um livro, que hoje chamamos convencionalmente de Novo Testamento. Mesmo porque naqueles dias nem havia ainda os escritos dos apóstolos, os quais começam a ser escritos 15 anos mais tarde, findando com o apocalipse no ano 100. No ano 200 Tertuliano os reuniu, em um só feixe, e deu-lhe indevidamente o nome de Novo Testamento.

Na metade do século 3º A.D., estes escritos foram anexados às escrituras formando um só livro, a Bíblia. Passaram a chamar as demais escrituras de velho testamento por analogia. Jesus e os apóstolos nunca usaram esta expressão atribuído às escrituras.

O que é velho Testamento?

Conforme esclarecido acima, novo testamento, portanto não são os livros, mas sangue de Cristo. No caso do velho testamento também não são os livros, mas sangue de animais. Veja Hebreus 9:18 a 20 e êxodo 24:6 à 8. “E Moisés tomou o sangue dos bezerros e dos bodes… Dizendo: Este é o sangue do testamento, o qual Deus vos tem ordenado.”

Quando começou?

Conforme gálatas 3:17 e 18, Deus já confirmara a Abraão 430 anos antes da lei, quando não havia escritas, e nem os livros que hoje chamamos convencionalmente de velho testamento. Confirmação de algum edito ou testamento não é ainda seu início. Pois se foi confirmado é porque já existia. Neste caso podemos entender que desde que houve sangue de animais para perdão dos pecados, já houve testamento o que aconteceu desde o Éden.

Sabendo agora o que é que foi abolido, resta-nos saber o que não foi.

Mateus 5:17 – Nem a lei , nem os profetas.
Mateus 22:40 – Nem a lei nem os profetas.
Atos 24:14 – Nem a lei nem os profetas.
Lucas 16:17 – Nem a lei.
II Pedro 1:19 – Nem os profetas.

Nota:

Em outras traduções aparecem as palavras, Aliança, Concerto, ou Pacto, essas palavras não condizem com a realidade. Não são sinônimas, pois, Hebreus 9:15-17 mostra-nos que, para haver testamento tem que haver testador, herdeiros, herança e morte, mas para haver aliança, pacto ou concerto não se faz necessário nada disso.

A bíblia faz referência também a pacto, aliança ou concerto, mas não ligada à palavra morte.

Na Pequena Enciclopédia Bíblica, Pág. 65, nos orienta que:

“Antigo Testamento”

“Conjunto dos livros bíblicos anteriores aos evangelhos. Tertuliano e Orígenes, no século II, deram esse título (baseado em Cor. 3:14) ao primeiro e maior das duas grandes divisões da Bíblia. É a antiga aliança, ou pacto, entre Deus e os homens, antes da vinda de Cristo”.

Observe que somente no segundo século Tertuliano e Orígenes deram este nome de testamento às Escrituras.

Será que até o segundo século as escrituras não tinham nome? Certo que tinham. Veja, que nome Jesus usava.

Marcos 12:24 – “Errais por não conhecer as Escrituras”
João 5:39 – “Examinais as Escrituras…”
II Timótio 3:16 – “Toda Escritura é Divinamente inspirada…”
João 10:35 – “ E a Escritura não pode ser anulada”

Nota:

Paulo disse que o que foi abolido foi o velho testamento e não as escrituras.

O mesmo Paulo que disse que o velho testamento foi abolido também disse:

“Assim sirvo ao Deus de nossos pai, crendo em tudo o quanto está escrito na lei e nos profetas”. Atos 24:14.

É bem verdade que as Escrituras falam do testamento, mas elas não são um testamento.

As Escrituras também falam de animais, mas ela não é um animal. As Escrituras falam do pecado, mas ela não é um pecado.

Extraido do Livro “Porque Erramos” – Autor: Mário Dobelin

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s