5. Culminância do Alto Clamor – O Pequeno Tempo de Angústia

Posted: 13 de Setembro de 2010 by mundomaranatha in Volta de jesus

Quantcast

a) Os quatro anjos detêm os quatro ventos.   Quando, afinal se desencadear a tempestade da perseguição, haverá mártires no mar, nas cavernas dos montes, e nas masmorras dos conventos (1). Mas quando as trevas se tornarem mais densas ao redor dos santos, o Senhor deterá os quatro ventos até o momento em que Ele resolva soltá-los (2). Os elementos da natureza também ficarão sujeitos até certo ponto (3). A oposição e a ira dos homens serão contidas enquanto Jesus estiver intercedendo, e assim, permanecerão até que o Senhor acabe a obra que está realizando no santuário e todos os Seus servos estejam selados (4). O Espírito Santo ainda conterá os governantes, o povo e as leis, a fim de que os que proclamam a mensagem do terceiro anjo possam realizar sua obra, enquanto os quatro anjos impedem a restrição completa de suas liberdades (5). O Senhor sujeitará as potestades das trevas até que se tenha dado a advertência e todos estejam preparados para o conflito (6). Enquanto os quatro ventos estiverem detidos, não se produzirá a mobilização geral; as potências da Terra só ordenarão suas forças para a grande batalha final quando esses ventos forem deixados em liberdade (7).

(1)2TS 151; 6T 401; RH (23-11-1905), (2) PE 272; Apoc. 7:1-4; TM 445, (3) TM 444; RH (6-7-1887), (4) GC 610; PE 36; 38, (5) PE 85; GC 610; 611; 2TS 325, (6) 5T 152; TM 444; 2TS 153; 218, (7) 2TS 369; GC 440; RH (13-5-1902).

b) O Alto Clamor do Terceiro Anjo. Ao começar o pequeno tempo de angústia, a verdade do sábado será proclamada com maior plenitude, e por fim chegará a hora em que a mensagem do terceiro anjo será anunciada com grande poder (1). A prova final basear-se-á na lealdade ao sábado e à lei de Deus; nesse ponto será traçada a linha divisória entre os que servem a Deus e os que não O servem (2). O Senhor operará claramente para auxiliar os santos e demonstrará que é o Deus dos deuses. Como resultado disso, um sem-número de pessoas aceitará a verdade (3). Quando os moradores da Terra tiverem tomado sua decisão, a humanidade ficará dividida apenas em duas classes: a que aceita o governo do Céu, e a que a ele se opõe (4). Todos os escolhidos de Deus separar-se-ão das igrejas apóstatas para sofrer grandes provas e aflições junto com o remanescente e muitos fiéis passarão ao descanso antes da prova de fogo do grande tempo de angústia (5).

(1) PE 33; 85; 6T 401; 2TS 164; 3TS 224; 2TS 373; GC 603; 604;RH (18-8-1885); (2) GC 605; Sof. 2:1-3; DN 569; (3) 9T 230; GC 612; (4) 3TS 144; DN 569; GC 449;450; RH (5-7-1901), (5) PE 33; 2TS 175; CSa.375; Apoc.14:12-14; Isa. 26:19-21; GC 637; PE 285.

c) O Anjo Selador e Sua Obra. Durante o tempo do selamento Satanás acusará os santos com veemência, e os tentará a renegar a Deus (1). Alguns dos mesmos que professam ser crentes recomendarão com insistência o acatamento das leis humanas, mas os fiéis implorarão que o Senhor lhes conceda perdão e libertação (2). Depois da promulgação do decreto que imporá a aceitação do sinal da besta, o pequeno rebanho será selado. Sobre os que observam os mandamentos, imprimir-se-á o sinal da libertação que os protegerá durante o grande tempo de angústia (3). A visão de Josué e o anjo aplica-se com singular validez à experiência pela qual o povo de Deus passará quando terminar o grande dia da expiação, pois seus pecados serão apagados dos registros, ser-lhe-ão tiradas as vestes contaminadas e eles serão cobertos com o manto imaculado da justiça de Cristo (4). A chuva serôdia tê-los-á fortalecido, despertado e preparado para suportar as sete últimas pragas (5). O tempo do selamento dos 144.000 é o mesmo que foi revelado a Ezequiel e a João: Promulgar-se-á o decreto, imprimir-se-á o selo e os fiéis ficarão sem mácula para a eternidade (6). Quando o anjo selador – o homem com o tinteiro de escrivão – subir da Terra ao Céu, Jesus deporá Seu incensário. O número de Seus súditos foi completado e o Senhor recebe Seu Reino (7).

(1)2TS 221; 219, (2) 2TS 319; 176, (3) 2TS 79; 151; PE 71; TM 445, (4) 2TS 175; PE 280; Apoc. 22:11; 2TS 178; 374, (5) 1TS 131; PE 86; 277, (6) TM 445; 1TS 335; 2TS 71; GC 605; PE 48; 280; Apoc. 7:4, (7) PE 279;280; GC 614; 426; Apoc. 11:15-18.

d) Fim do Tempo de Graça. O evangelho foi a todo o mundo e chegou o fim (1). A conta das nações com o Senhor chegou a um ponto que Ele não permitirá que seja ultrapassada (2). Sua paciência esgotou-se e chegou o dia do juízo, em que, como Juiz de toda a Terra, Se levantará para vindicar Sua autoridade ultrajada (3). A lei universal que imporá a observância do domingo – cuja promulgação constituirá o último ato do drama – terá invalidado a lei de Deus e aberto o caminho para o príncipe do mal estabelecer sua autoridade; portanto já será hora de o Senhor operar, revelar a Si mesmo e Se levantar para sacudir terrivelmente a Terra (4). “Elucidado, assim, o assunto, qualquer pessoa que espezinhe a lei de Deus para obedecer a uma ordenança humana, recebe o sinal da besta” aceitando assim o sinal de lealdade a Satanás (5). A ceifa do mundo é o fim do tempo da graça: e quando esta acabar, levantar-se-á Miguel e pronunciará as palavras: “Está feito” (6). Então Jesus abandonará a posição que ocupava como Mediador entre Deus e o homem e uma nuvem de trevas espirituais cobrirá os habitantes da Terra, que continuarão sem saber que “a decisão final e irrevogável já foi pronunciada no santuário celestial” (7).

(1) S.Mat.24:14, (2) 2TS 63; 3TS 282; Gen. 15:16; 5T 524; 3TS 143; RH (5-11-1889); (15-6-1897); (9-3-1886); (11-1-1887), (3) 3TS 330; 2TS 193, (4) 3TS 143;Sal. 119:126; Isa. 24:3-6; GC 586, (5) GC 603, (6) PJ 72; PE 279; GC 612; Apoc. 8:5; 10:6, 7; 22:11,12; Dan. 12:1; 1TS 285, (7) GC 613; LS 117; PE 280;56; GC 490; 38; 338;428; 2T 191.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s